Diante das inúmeras dificuldades geradas pela pandemia do coronavírus, diversos grupos da sociedade civil têm se unido para ajudar a população mais vulnerável. Um exemplo disso é o UniãoSP, um movimento voluntário que tem como objetivo captar recursos privados para comprar e distribuir produtos, de acordo com as necessidades apresentadas.

Em sua primeira fase, o Fundo Emergencial de Apoio à População Ameaçada pelo COVID-19 vai destinar as doações para a compra de alimentos e produtos de higiene e limpeza, que serão entregues para comunidades carentes de São Paulo, em coordenação com o Governo do Estado, Prefeitura e entidades do terceiro setor.  Até quarta-feira (25) já havia sido arrecadado mais de R$260 mil e 4.350 cestas básicas.

“Estamos passando por um momento muito grave de nossa historia. A solidariedade e o cuidado com o outro é a única forma de enfrentarmos o medo e a desesperança e superarmos tudo construindo um futuro melhor”, disse Ana Maria Diniz, da Península Participações, uma das idealizadoras do projeto.

Para nós, do Governo do Estado de São Paulo, é muito importante poder contar com o apoio da sociedade civil para podermos juntos chegar com mais força e velocidade aos que mais precisam” – Célia Parnes, Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.