A Uefa, órgão que administra o futebol europeu, e a Disney se uniram para lançar um projeto, que visa aumentar o número de meninas que praticam futebol. Batizado de Playmakers, o objetivo é desenvolver um programa que usará filmes de animação para incentivar garotas entre cinco e oito anos de idade a se exercitarem regularmente, além de servir como pontapé inicial no amor das crianças pelo futebol. A primeira etapa do projeto se baseará no filme “Os Incríveis 2” e seus personagens.

A Uefa já se comprometeu com a meta de dobrar a quantidade de mulheres e garotas no futebol até 2024, e a faixa etária mais baixa é vista como essencial para essa mudança. Nadine Kessler, chefe do futebol feminino da entidade, disse que o objetivo do programa é “criar um ambiente para todas as garotas florescerem e se desenvolverem, sejam habilidades motoras fundamentais, fundamentos do futebol ou habilidades e valores para a vida”.

O projeto nasceu após o resultado de uma pesquisa encomendada pela Uefa à Universidade Beckett, de Leeds, na Inglaterra. O relatório dissertou sobre o que motiva as meninas a participar de esportes, identificando os melhores métodos de treinamento esportivo para criar um ambiente de aprendizagem seguro e divertido. As descobertas colocam ênfase particular nos benefícios da educação baseada em brincadeiras.

O Playmakers  acontece em parte como resultado de um acordo de transferência de conhecimento entre a Uefa e a Associação Inglesa de Futebol (FA), órgão nacional que comanda o futebol inglês e que atualmente administra um projeto similar do Shooting Stars em parceria com a Disney.