O São Paulo FC entrou em campo neste domingo (22) para enfrentar o Vasco, no Morumbi, com camisas que traziam nomes de personalidades negras em vez do nome dos jogadores.  A iniciativa fez parte de uma homenagem ao Dia da Consciência Negra, comemorado na semana passada.

Em suas redes sociais, o clube escreveu que condena o racismo em todas as suas formas de manifestação. O futebol também precisa ser antirracista”,

Tiago Volpi, Reinaldo, Daniel Alves, Brenner, Luciano e companhia tiveram os nomes de Zumbi, Elza Soares, Pixinguinha, Machado de Assis, Grande Otelo, André Rebouças e muitos outros nas costas.

Esta não foi a única homenagem do clube ao dia da Consciência Negra. Desde antes de 20 de novembro, o clube já vinha publicando vídeos de entrevistas com atletas negros do elenco, como Tchê Tchê e Léo, em que eles relatam histórias sobre o racismo e comentam sobre como o problema atrapalha as vidas dos negros no Brasil.