Para dar comida a quem precisa, a chef Izadora Ribeiro (foto) e seu marido e sócio, Marcus Ozzi, do Isla Café, em São Paulo, lançaram a campanha “Cozinha de Combate”, que tem como objetivo entregar marmitas mediante doações. Atualmente, o projeto já conta com a parceria de outros quatro restaurantes: Corrutela, do chef Cesar Costa; Cais, dos chefs Adriano de Laurentiis e Guilherme Gerardi; e Mica, do chef João Marcelo Gertel, que querem produzir 12 mil marmitas até 4 de junho para serem doadas.

Para quem quiser ajudar, as doações são feitas por meio do site de financiamento coletivo Abacashi e cada marmita custará R$20. Esse será o valor mínimo para doação, podendo chegar a R$600 para quem quiser e puder alimentar uma pessoa pelo período de um mês. Quem quiser ser voluntário da ação e colocar a mão na massa, pode entrar em contato com o pessoal do Isla Café pelo Instagram deles.

Além de alimentar aqueles que se encontram em situações muito vulneráveis, os chefs buscam criar um novo modelo de negócio que os ajude a manter os funcionários e fornecedores ativos durante o período de quarentena e, assim, fomentar a economia. E para ampliar os impactos positivos da ação, o projeto se comprometeu a comprar parte dos insumos do Instituto Ibia, que apoia pequenos agricultores e tem como objetivo criar um mercado que proporcione autonomia comercial para esses trabalhadores.

As doações saem de um centro de distribuição criado para a ação, localizado na Barra Funda. Além da distribuição das marmitas, o local é um ponto de doação de produtos de higiene para moradores de rua, além de oferecer ajuda no cadastramento de programas governamentais para quem precisar. Também estão sendo ajudadas a Casa Branca de Luz, na Vila Buarque, a Ocupação Mauá, na Luz, e moradores de rua do centro de São Paulo e Brasilândia.