Assim como outros segmentos, as livrarias foram muito atingidas com a quarentena e a necessidade de fechar suas portas por conta do isolamento social. Pensando nisso, a Câmara Brasileira do Livro (CBL), a Associação Nacional de Livrarias (ANL) e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) lançaram o “Projeto Retomada”, com o objetivo de levantar fundos para ajudar micro e pequenas livrarias, que estejam passando por dificuldades. Nesta semana, foram anunciadas as 53 livrarias que serão beneficiadas pelo projeto, que recebeu a inscrição de 213 empresas. Até agora, a campanha já arrecadou R$ 365,7 mil e a meta é alcançar R$ 530 mil até o próximo dia 31.

A escolha das contempladas foi feita por representantes das editoras Companhia das Letras, Melhoramentos, Record e WMF Martins Fontes; das distribuidoras Catavento, Disal, Inovação e Loyola; e da livraria Leitura. Além de serem micro, pequena ou média empresas, as livrarias precisavam ter 50% das suas atividades dependentes da venda de livros e estarem adimplentes e sem protestos até o dia 15 de março de 2020.

Estão na lista livrarias de 13 estados localizados nas cinco regiões: Norte (Pará); Nordeste (Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba e Rio Grande do Norte); Centro Oeste (Distrito Federal); Sudeste (Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo) e Sul (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina).

As livrarias estão localizadas em capitais como a Companhia Ilimitada (São Paulo), a Blooks (Rio de Janeiro e São Paulo), Arte e Ciência (Fortaleza), Banca Isasul (Porto Alegre), Larpsi (Salvador),  Livroteca Story Time (Brasília) e Solar do Leitor (Belém) e ainda as localizadas no interior, como Boutique do Livro (Divinópolis / MG), Castro Alves (Araruama / RJ), Favorita (Três Rios / RJ), Flamingo (Juiz de Fora / MG), Delta (Passo Fundo / RS), Nobel (Araxá / MG), Nobel (Campina Grande / PB) e SerTão (Jacobina / BA).

Se a meta for alcançada até o fim do mês, cada uma das livrarias selecionadas receberá R$ 10 mil. A primeira parcela – no valor de R$ 5 mil – já está garantida e foi depositada nesta quinta-feira (13). A segunda parcela chegará no dia 10 de setembro e dependerá do valor total apurado na campanha.

Quem puder, pode acessar o Kickante ou doar via depósito bancário na conta da CBL ( Banco Itaú – Agência 0180 – Conta corrente 15288-6 – CNPJ 60.792.942/0001-81).