O Programa Criança Feliz, lançado pelo governo brasileiro em 2016, foi um dos vencedores da edição de 2019 do WISE Awards, da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, um dos mais importantes prêmios internacionais da área de educação. O prêmio, que foi anunciado em Madri, na Espanha, reconheceu a ação como uma das principais e mais inovadoras iniciativas do mundo na área.

O Criança Feliz é um  programa de visitação domiciliar, que oferece assistência a gestantes e crianças com menos de três anos que são beneficiárias do Bolsa Família. O objetivo é levar informações sobre a gravidez e o desenvolvimentos da criança nos primeiros anos de vida a essas famílias Hoje, 754 mil crianças e gestantes de todo o país são atendidas, e o número de visitas já chegou a 19,9 milhões.

Ao todo, foram 481 projetos inscritos de países como, Inglaterra, França, Índia, Quênia, Ruanda, Jordânia, China e Estados Unidos. Foram 15 finalistas e, entre eles, seis foram os premiados. Além do Criança Feliz, o Family Business for Education (Reino Unido/Serra Leoa, Nigéria e Libéria), United World Schools: Teaching the Unreached (Reino Unido/Camboja, Nepal e Myanmar), Micro: bit Educational Foundation (Reino Unido), Arpan’s Personal Safety Education Programme (Índia) e Akilah Institute (EUA/Ruanda).

A premiação é uma iniciativa da Fundação Catar. Para chegar ao resultado final, o júri analisou critérios como a inovação e a capacidade de transformação nos  indivíduos, comunidades e sociedades, além da apresentação de um plano claro de desenvolvimento. “O Prêmio demonstra como as organizações globais e os governos podem enfrentar desafios educativos urgentes com soluções inovadoras de maneira sustentável”, disse Stavros Yiannouka, CEO da WISE. A entrega do certificado e do prêmio de 20 mil dólares será realizada entre 19 e 21 de novembro, durante a reunião da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação, em Doha, no Catar.

(Foto: Divulgação/Ministério da Cidadania)