O professor e ex-catador de latinhas Ciswal Santos, que mora em Juazeiro do Norte (CE), desenvolveu um computador do tamanho aproximado de uma caixa de fósforo com o objetivo de ampliar a acessibilidade tecnológica para famílias de baixa renda. Com apenas R$ 22, o equipamento foi construído para auxiliar crianças e jovens  no ensino à distância.

O jovem batizou o mini computador de HYTEC One, que significa “Oi, tecnologia”, desenvolvido com pequenos componentes eletrônicos, rodando um sistema operacional básico, que pode ser conectado a qualquer tela, seja de computador ou celular. O equipamento, que roda programas como reprodutor de mídias, criação e edição de textos, planilhas e slides, possui duas partições e conta com o uso de um cartão de memória SD como um HD de computador.  O aparelho tem capacidade de recepcionar sinal wi-fi.

Ciswal já recebeu proposta de um grupo de empresários de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, que querem investir na ideia e popularizar o aparelho no continente africano.  Caso não apareça ninguém interessado em implantar o projeto no Brasil, mais uma vez, Ciswal deverá colocá-lo em prática fora do País, assim como aconteceu com outra invenção do jovem. Ele também é autor de um projeto de geração de energia sustentável, captação de água e acesso à internet por baixo custo. O trabalho dele já foi implementado, em janeiro deste ano, em uma aldeia de Moçambique.