A organização social Habitat para a Humanidade Brasil desenvolveu um projeto piloto de instalação de uma tecnologia revolucionária para a região Nordeste. Em 2019, 16 famílias do semiárido pernambucano foram beneficiadas com a instalação de banheiros secos, que não utilizam água e não poluem o meio ambiente.

Vale lembrar que,  de acordo com a Sistema Nacional de Informações sobre o Saneamento de 2018, 25,8% da população nordestina não têm acesso à água e 72% dos nordestinos não têm acesso à rede de esgoto.

Após a instalação dos 16 banheiros, a organização deu início a um acompanhamento junto a essas famílias para garantir o uso adequado e avaliar de perto os reais impactos dessa tecnologia.

“Ainda estamos em fase de sistematização dos resultados do primeiro ano do projeto. Uma série de reuniões com representantes do setor público e privado estão sendo promovidas e o relatório final será lançado em janeiro”, relata Mohema Rolim, Gerente de Programas da Habitat para a Humanidade Brasil e responsável pelo projeto.

Segundo ele, os banheiros seguem em pleno funcionamento e, de acordo com as famílias, a situação de higiene melhorou muito. “Houve  uma boa aceitação quanto ao uso, inclusive por parte das crianças.”

Os banheiros secos foram criados pela empresa alemã 3P Technik e trazidos para o Brasil pela organização. O objetivo é utilizar este piloto para aumentar a eficiência e eficácia da solução e levá-la a mais famílias que sofrem com a falta de acesso à água e saneamento.