A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou, nesta segunda-feira (28), que vai disponibilizar 120 milhões de testes de Covid-19 para 133 países de baixa e média renda em um período de seis meses. A OMS disse que os testes serão oferecidos no Brasil e em outros países na América Latina.

Os testes usados serão os deantígenos,aqueles capazes de identificar as proteínas da superfíciedo novo coronavírus. Eles deverão mostrar resultados em 15 a 30 minutos, segundo a OMS.

A entidade acredita que os testes serão úteis em várias situações. Entre elas, responder a suspeitas de surtos em locais remotos, investigar grupos (os chamados “clusters”) nos quais há suspeita de surtos, testar populações que têm maior exposição ao vírus, como os profissionais de saúde da linha de frente ou os trabalhadores essenciais. Os testes poderão ajudar a monitorar, com resultados rápidos, se eles foram infectados.Também para testagem em locais com transmissão comunitária disseminada – para saber onde está o vírus e quem está infectado com ele.

Segundo a líder técnica para a Covid-19 da OMS, Maria van Kerkhove, os testes de antígenos funcionam melhor quando o paciente tem uma alta quantidade de vírus (carga viral) no corpo –2 dias antes do início dos sintomas até 5 a 7 dias depois da apresentação deles.

Fonte: G1