Por conta da grave situação econômica causada pela pandemia, voluntários de todas as partes do Brasil se juntaram para realizar o Mutirão do Bem Viver. O objetivo é arrecadar alimentos orgânicos e saudáveis e a doar para populações vulnerabilizadas e de regiões periféricas, seja no campo ou na cidade.

Os voluntários arrecadam alimentos não perecíveis e recursos financeiros para comprar alimentos orgânicos de pequenos produtores. Segundo Cíntia Moura Mendonça, uma das voluntárias do Mutirão, a ideia, com a arrecadação de dinheiro, é também ajudar esses agricultores a escoar os alimentos, o que tem sido dificultado pela crise. A ideia é criar uma rede de solidariedade entre quem precisa vender e quem precisa consumir.

Até o momento, aproximadamente mil voluntários ajudaram a distribuir cerca de quatro mil cestas de alimentos para quatro mil famílias em 78 territórios diferentes de 17 estados. Segundo os organizadores, esta é a primeira etapa  do projeto com a arrecadação financeira, compra de pequenos agricultores e distribuição de cestas para populações. Mas, posteriormente, segundo Mendonça, a meta é escutar quais são as necessidades nesses espaços e, partir de então, auxiliar na realização dessas urgências, como a construção de cozinhas e hortas comunitárias.

A participação no mutirão pode ser feita de diferentes formas: agricultor, voluntário, doador de alimentos, doador de recursos financeiros e receptor de doações. Basta acessar o link  e se inscrever no site. Também é possível fazer uma doação, por meio de uma vaquinha virtual, que ficará disponível até o dia 31 de dezembro.

Fonte: Brasil de Fato