Uma família de Taubaté, no interior de São Paulo, conseguiu encontrar o cãozinho deles, da raça chihuahua, que estava desaparecido há uma semana. A família chegou a oferecer um carro, um Passat, ano 1984, avaliado em R$ 3 mil, como recompensa para quem encontrasse o animal. Benji, como o cãozinho é chamado, tem quatro anos  e desapareceu no último dia 7, por volta do meio-dia, quando a família saiu para ir ao supermercado. Meia hora depois, o cachorro, que usava uma coleira, já não estava mais no quintal da residência.

A partir daí, começou uma força-tarefa para encontrar o cãozinho. Cartazes foram espalhados pela cidade e uma campanha foi criada nas redes sociais em busca do animal. Até que no sábado veio a notícia: o Benji estava bem e em uma casa no mesmo bairro, Chácara Silvestre. “Pela manhã, fui espalhar mais cartazes do Benji no bairro e uma mulher me chamou. Ela disse que havia um cachorro bem parecido no quintal da casa do seu inquilino. Chegamos lá e era ele”, conta o pintor Emerson Albissu da Silva.

Segundo o dono do animal, a pessoa que estava com Benji disse ter encontrado o animal na rua. Com Benji de volta em casa, chegou a vez de cumprir a promessa e entregar o veículo da família como recompensa à pessoa que encontrou o cãozinho. No entanto, Emerson conta que a mulher não aceitou o veículo. “Eu já tinha separado a documentação para entregar o carro, mas a mulher disse que não seria justo aceitá-lo e eu ter que pagar pelo resgate do cachorro que é meu. Combinamos de depois fazer um churrasco para comemorar a volta do Benji para casa”, conta.