Para estimular a solidariedade entre seus alunos, o Colégio Poliedro criou o Projeto Empatia Virtual em suas unidades de Campinas e de São José dos Campos. A ação visa oferecer atividades como contação de histórias para crianças, conversas com idosos que podem se sentir sozinhos e aulas de reforço para estudantes da rede pública de ensino que estejam com dificuldades. Mais de 130 alunos já se inscreveram como voluntários.

O projeto começou em abril e todas as ações são realizadas por uma plataforma de videoconferência e são monitoradas por equipes pedagógicas do Poliedro.

Um exemplo dos encontros virtuais é de Guilherme Cardoso, que cursa o 3º ano do ensino médio e está dando aula de reforço em matemática para Allana Pacheco, que está no 4º ano do ensino fundamental de uma escola de Curitiba. Os encontros acontecem uma vez por semana, via Zoom. As aulas que ele prepara são por meio do Power Point e, assim, resolvem exercícios.

Informações: R7