Com toda a certeza escreve o nome de algumas raças de cachorro não é nada fácil. Prova disso é que, segundo dados do Google, as palavras “Pintier”, “Pudol”, “Yorkshine” e “Hot Vaile”, escritas assim, de maneira errada, são algumas das pesquisas mais feitas por pessoas que desejam adotar um cachorro.  Foi então que a marca de ração Güd, em parceria com a ONG Clube dos Vira-Latas, lançou o projeto Busca Dogues, uma ação bem-humorada que promove a adoção de cãezinhos abandonados a partir das buscas feitas no Google por animais de raça.

O projeto brinca com o fato dos usuários buscarem por cães de raça com a grafia errada. Por vezes, raças como Poodle vira  “Pudol”, Yorkshire sai como “York Shine” e Rottweiler se transforma “Hot Vaile”. Assim, sempre que um internauta procura por um cachorro e escrever errado, o Busca Dogues maneja um anúncio patrocinado, oferecendo ao usuário um cachorrinho. Ao se interessar pelo anúncio, ele é redirecionado para o site da ONG, onde descobre que a grafia errada o conectou à um vira-lata resgatado, bem-cuidado e preparado para ser adotado por ele. Os cachorros resgatados recebem nomes conforme os erros de digitação mais comuns. Assim, sempre que alguém buscar por alguma raça e vacilar na digitação, um vira-lata tem chances de ser visto e adotado.

Cada um dos animais recebe uma página do site, onde é possível conferir todas as informações (como porte, gênero e “idade”) e ficar sabendo um pouco sobre como ele foi encontrado pela ONG. Todas as histórias são contadas, ao lado de fotos lindas dos animais. Uma Salva de Palmas para a ideia e para a iniciativa.