A Audi do Brasil iniciou uma campanha para a doação de carrinhos elétricos da marca para hospitais infantis no País. A ação, desenvolvida em parceria com concessionárias da rede, visa à amenização do estresse e da ansiedade, muito comuns momentos antes de procedimentos cirúrgicos e exames. As crianças atendidas poderão usufruir dos brinquedos como meio de locomoção até salas de cirurgia, exames ou apenas se divertir nas áreas destinadas à recreação dos complexos hospitalares.

Ao todo serão doados 22 carrinhos elétricos para 17 hospitais infantis em 10 cidades brasileiras: Curitiba, Londrina e Maringá, PR, Belo Horizonte, MG, Fortaleza, CE, Recife, PE, São Luís, MA, Campinas, São Paulo e Sorocaba, SP. A estratégia de definição dos hospitais beneficiados foi baseada em características como parcerias já existentes e proximidade com a marca, histórico de ações filantrópicas da instituição e a acessibilidade do espaço.

“No ano passado soubemos de uma iniciativa semelhante realizada em um hospital infantil em Barcelona, na Espanha, e nos inspiramos a fazer o mesmo aqui no Brasil. Desde então trabalhamos para viabilizar a ideia e trazer os carrinhos elétricos da Audi. É muito gratificante saber que podemos ajudar em um momento difícil, ao levar distração e diversão para a criança à bordo de um Audi, além de gerar conforto para pais e familiares”, afirma Johannes Roscheck, presidente e CEO da Audi do Brasil.

Em estudo publicado em 2018 no British Journal of Anaesthesia, pesquisadores comprovaram que crianças que dirigiram um carrinho elétrico de brinquedo até a sala de cirurgia apresentaram redução nos níveis de ansiedade semelhante a outras que tomaram medicamentos ansiolíticos.

Dentre os complexos que receberão os carrinhos está o Hospital Pequeno Príncipe, localizado em Curitiba e parceiro da Audi em outras iniciativas. Em São Paulo, o GRAAC e o Hospital Darcy Vargas receberão os brinquedos. Nas outras cidades participam: Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil, em Sorocaba, Hospital da Baleia, em Belo Horizonte, hospitais Português, Barão de Lucena, Maria Lucinda e Helena Moura, em Recife, Albert Sabin, Universitário Walter Candido e IPREDE, em Fortaleza, Centro Infantil Boldrini, em Campinas, Hospital Infantil Dr. Juvêncio Matos e Universitário Unidade Materno, em São Luís, Hospital do Câncer de Londrina e Hospital Infantil de Maringá.